‘Desafios dos/as assistentes sociais no SUAS’ foi tema de debate na Plenária Nacional do CFESS-CRESS

O Conjunto CFESS/CRESbrasilia3S realizou sua Plenária Nacional durante os dias 5 e 6 de abril, em Brasília, para discutir os desafios do trabalho de assistentes sociais na política de assistência social. Foram 55 participantes no evento. O CRESS/PR esteve presente, representado pelas conselheiras Daraci Rosa dos Santos, Rosenilda Garcia e Neiva Silva.

Foram dois dias de debates. A primeira mesa, com o professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) Rodrigo de Souza Filho, contextualizou a criação das políticas sociais no Brasil e na América Latina, relacionando-as com a crise do capital, além de fazer uma análise das últimas gestões políticas brasileiras. A professora da Universidade Federal do Pará (UFPA), Joaquina Barata, levou o debate para a prática profissional, defendendo o aperfeiçoamento da categoria, no sentido intelectual, ético e operativo.

A mesa sobre o tema “Atribuições profissionais, questões éticas e organização da classe trabalhadora: os desafios ao Conjunto CFESS-CRESS na defesa da política de assistência social” trouxe a fala dos/as conselheiros/as Esther Lemos e Maurílio Matos. Esther defendeu uma direção social comum para a categoria, pautada no projeto ético-político, além de discorrer sobre as competências da categoria que precisam de compreensão, tais como a articulação com os movimentos sociais para ampliar a rede de defesa do SUAS, o controle social da política por meio dos conselhos de política e de defesa de direitos, entre outros. Já Maurílio abordou a questão ética ligada à profissão, afirmando que é necessário conhecer o contexto no qual se trabalha, sua realidade e quais são seus limites, mas de maneira a ser feita coletivamente. O conselheiro reforçou os ideais do projeto ético-político, afirmando que ele deve fazer parte do cotidiano dos/as assistentes sociais.

No segundo dia, três grupos foram formados pelos/as participantes para discutir sobre as dificuldades encontradas no trabalho no SUAS, sobre as ações dos CRESS e sobre todos os desafios da profissão, com objetivo de criar estratégias de práticas em conjunto. Esses planos são referentes aos desafios da categoria como a relação com movimentos sociais, parcerias com os poderes públicos e a fiscalização da atividade e dos concursos públicos, por exemplo. Todas as propostas foram expostas em uma plenária coletiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.